Ultimate New World RPG

Para todos aqueles que procuram um RPG repleto de batalhas, história, diversão e oportunidades para desenvolver seu personagem, este fórum é sua melhor opção.


    Geld - A capital de Hendel

    Compartilhe
    avatar
    Erick

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Erick em Sex Mar 10, 2017 7:25 pm

    Ok. Claro que o ser sabia que tudo era mentira. E sabia mais . Sabia que Erick era filho de Freya. Ou seja, começou com uma conversinha fiada com objetivo de ganhar respostas retóricas.
    O encapuzado estava furioso com a enrolação. O sentimento era compartilhado pelo cavaleiro, que gostaria de avançar. Mas novamente Yui apertou sua mão. Sentiu o medo na garota, como se já tivesse vivido isto. Com isto Erick entendeu o recado de Yui. Era hora de fugir e manter a segurança.

    Tão logo a maga invocou os feitiços que sua mãe havia deixado na casa. Magias  do tipo Armadilhas.
    Assim foi empurrado para o portal que havia na dispensa, chegando no cemitério

    Estavam no cemitério já de noite. Olhou para maga, deu um leve um suspiro e começou:

    - Yui...Está bem? - dizia em um tom sereno apesar de tudo que havia acontecido. Afinal Erick havia enfrentado coisas piores que um mago X.
    - Por hora vamos atrás de alguma estalagem para passar à noite. Gendal é grande, ele não vai nos encontrar em uma noite. Acho...

    Erick se aproximava da maga, e segurava sua mão. Iria atrás de alguma estalagem com um preço razoável de preferência.

    avatar
    O Mestre
    Admin

    Mensagens : 123
    Data de inscrição : 15/02/2015

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por O Mestre em Sab Mar 11, 2017 3:19 am

    Yui usava o conhecimento passado por Freya e ativava as armadilhas deixadas para se a casa fosse atacada novamente, fazendo com que o ser misterioso fosse preso na cozinha e ficasse lá pelo menos por um certo tempo, o que dava tempo deles fugirem. Erick queria combater o encapuzado mas decidiu que era melhor não o fazer, o medo da garota fez com que seus nervos se acalmassem e ele pudesse agir de forma menos precipitada. Ambos então correram e conseguiram escapar para o cemitério, não era o melhor lugar para se estar naquele momento mas, só o fato de terem fugido já os deixava tranquilos. Erick verificava se a garota estava bem e depois segurava a mão dela, querendo reconforta-la enquanto iria procurar por uma pousada para passarem a noite.

    Porém algo de muito estranho chamou a atenção da dupla, estavam próximos dos túmulos de Freya e seu marido, mas os mesmos tinham sido cavados. Ao chegarem perto puderam ver que os caixões estavam vazios, os corpos tinham sumido. Antes que eles pudessem sequer entender a estranha situação, varias pessoas encapuzadas apareceram em volta deles, em torno de umas 40 pessoas espalhadas pelo cemitério inteiro, todos virados em direção a dupla. Poucos segundos depois um portal negro se abriu de frente a eles e o ser encapuzado saiu do mesmo, novamente eles puderam sentir o ar ficar pesado e o frio tomar seus corpos. A criatura sorriu malignamente e eles puderam ver isto de relance, até que seus seres foi novamente tomado pela náusea de ouvir a voz grave e rouca da criatura:

    -Vocês são mesmo tão ingênuos. Acharam mesmo que eu invadi a casa de Freya sem saber das armadilhas que ela deixou? Sem saber como me defender delas? Parece que estão me subestimando, além disso, eu não menti quando disse que conheço Freya. Eu sei dos feitiços dela, e sei muito bem como reagir contra eles. Como vocês me desobedeceram eu resolvi dar uma punição a vocês, olhem e gravem bem essa imagem em suas cabeças.

    Ao dizer isto o encapuzado apontava em uma direção conhecida aos dois, e ao olharem Yui e Erick sentiram um aperto enorme em seus corações. A casa de Freya queimava, a fumaça negra subia até os seus e as chamas alaranjadas dançavam sobre a casa inteira. O ser maligno dava uma risada cortante e alta, dava para perceber o quanto a expressão da dupla o deixava feliz, o sofrimento deles era um grande agrado para aquele que parecia ser puro mal:

    -Imagino que tenham percebido também que os corpos de Freya e seu marido sumiram, e isto também é obra minha, eu os peguei emprestado um pouco. Querem eles de volta? Me entreguem o livro que eu o faço de total bom grado. Mas claramente depois que foram tão rebeldes não posso ser tão legal com vocês, então farei um jogo. Se meus companheiros lhes derrotarem e pegarem o livro, vocês não terão nada de volta, apenas sofrerão em silencio enquanto são torturados até a morte. Agora caso consigam escapar deles, e consigam me achar novamente, e me entreguem o livro claro, entregarei os corpos dos seus queridos falecidos sem nenhum problema. E sabe o que é mais legal sobre esse jogo? De qualquer forma quem vence sou EU! HAHAHAHAHAHA!

    E rindo maniacamente o ser encapuzado entrava em um novo portal negro que aparecia logo do seu lado, sumindo sem nem dar tempo da dupla reagir contra ele. Os outros encapuzados que ficavam começavam a rir também, fazendo suas risadas ecoarem pelo cemitério e pelos ouvidos de Erick e Yui também, os deixando cada vez mais apreensivos com esta situação. Nenhum dos misteriosos se movia, dava para perceber que não atacariam a dupla, mas ao mesmo tempo se percebia que estavam preparados para qualquer movimentação, significando que se os dois tentassem fugir ai sim eles fariam algo. O que fazer então? Deveriam desistir e entregar o livro? Deveriam lutar como Erick queria desde o começo? Ou deveriam continuar tentando fugir?
    avatar
    Erick

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Erick em Dom Mar 12, 2017 10:22 am

    No instante que iam em busca de uma pousada algo chamou atenção da dupla. O túmulo de seus pais haviam sido violados. Ao se aproximar viu os caixões vazios, e os corpos sumidos. Segundos depois, aquele cemitério estava cheio de pessoas. Cercas de 40 encapuzados espalhados pelo cemitério. Ao que parece o tal encapuzado já tinha spoilers da história de Erick, das armadilhas deixadas por Freya e tudo mais.

    O cavaleiro ignorou quase todas as palavras do encapuzado mestre. Estava extremamente irritado. Ver sua casa, suas lembranças de sua família serem queimadas. Túmulos sendo violados.
    Erick cerrou os punhos de ravia com tal força que sua própria mão começava a sangrar. O encapuzado foi embora sumindo por um portal, sem deixar oportunidades de reação, apenas zombando. Isto o deixou o mais irritado. Não teria sua vingança neste momento. Tudo bem. Teria 40 pessoas ali para que Erick pudesse descontar sua ira.
    Contudo sua ira não podia precipita-lo. Havia ainda Yui para proteger. A maga era o que delimitava a ira e a razão na mente do cavaleiro.

    Erick tirou das costas o escudo dado por Gaia, Aegis, e colocou em seu braço direito. No instante que escudo era empunhado, o mesmo emitia um brilho dourado intenso, emitido pela joia localizada no centro.

    - Yui me dê o livro. Dispare um feixe de luz pra cima. Isto vai alertar a guarda de Geld. - dizia em um tom sério.

    Assim que Yui entregasse o tal livro à Erick, o cavaleiro ergueria e mostraria aos serviçais do encapuzado.

    - O livro está aqui. Precisam nos derrotar para pegar e dar a vadia do seu chefe. Venham pega-lo, ou a guarda vai chegar muito em breve.
    - O que me dizem. Vão ficar parados esperando a guarda ou vão vir buscar?
     - vociferava o cavaleiro, enquanto ia guardando o livro no bolso interno de sua jaqueta.

    - Yui fique de costas pra mim. Cobriremos as costas um do ouro. Prometo que não vai se machucar...

    - SACRIFICE - bradou o cavaleiro.

    Uma aura dourada cobria o corpo de Yui. Qualquer dano que a maga recebesse seria revertido diretamente à Erick.
    E assim se manteve em posição de combate, aguardando a reação dos 40 serviçais. Era hora de lutar com inteligência pela larga desvantagem numérica. [/b]
    avatar
    Yui Montaigne

    Mensagens : 23
    Data de inscrição : 02/03/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Yui Montaigne em Dom Mar 12, 2017 5:34 pm

    Yui não conseguia acreditar nos seus olhos, não chegavam a ter nem um momento de paz e agora aquilo. Os túmulos violados eram um total desrespeito. Como poderia existir alguém capaz de fazer algo do tipo?! Olhando envolta percebia que estavam cercados e o pior, o ser encapuzado aparecia por um portal negro se gabando de conhecer todos os esforços usados para a fuga e então apontava para casa de Freya. Yui não se continha e lágrimas escorriam por seus olhos.

    Não era possível que apesar de todos os esforços da jovem tudo acabava assim, numa brincadeira doentia de uma pessoa amargurada. Após o ser encapuzado sumir por outro portal a garota ouve a voz de Erick. Ela o olha e inicialmente exita, afinal ela tinha que proteger o livro, essa função era dela. Contudo ela fazia como o rapaz pedia, lhe entregava o livro e disparava um raio para cima assim chamando a atenção dos guardas.

    Após tomar posição Yui sentia seu corpo ser coberto por uma aura dourada, a ruiva estava com medo nunca havia participada de uma luta antes e a única que presenciou foi a que Freya morreu, assim, ela esperava que os seres resolvessem desistir.
    avatar
    O Mestre
    Admin

    Mensagens : 123
    Data de inscrição : 15/02/2015

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por O Mestre em Ter Mar 14, 2017 1:38 am

    A situação para a dupla estava desesperadora, tantas coisas ruins acontecendo tão rápido que nem tinham tempo de processar tudo e respirar, mal recebiam as informações e já tinham que estar preparados para lutar. Erick tinha experiencia com isso e logo já teve uma ideia para tentar virar a luta para o lado deles, os combates anteriores do garoto lhe deram uma boa experiencia para situações como aquela. Já Yui não tinha participado de nenhuma batalha, e a unica que presenciou foi a que Freya tinha morrido, isso a deixou morrendo de medo e sem reação alguma, se tornando um "peso morto" naquele momento inicial da luta. Apesar disso a garota ainda conseguiu disparar um feixe de luz para o céu tentando alertar a guarda de Geld, e depois fez o que o rapaz lhe pediu entregando o livro.

    Assim como planejado Erick brandiu o livro mostrando aos encapuzados para que pudesse provoca-los a atacar, a ideia foi boa e funcionou, porém só parcialmente. A maioria dos encapuzados que estavam mais ao fundo continuaram onde estavam e pararam de rir, no lugar disso começaram a falar coisas estranhas em um idioma desconhecido pela dupla, mas ao verem os movimentos das mãos dos oponentes podiam perceber que estavam fazendo alguma magia. E em pouco tempo conseguiram ver qual era o proposito daquela magia, uma aura negra começava a aparecer lentamente e cobrir o cemitério começando do céu e seguindo até o chão, pelo visto queriam criar um tipo de capsula que prenderiam todos ali dentro, impedindo a guarda de Geld de interferir.

    A ideia de ficarem ali parados não parecia mais tão boa, talvez devessem tentar fugir, mas não teriam como fazer isso naquele exato instante. Pois como o plano de Erick havia funcionado parcialmente, alguns dos oponentes decidiram atacar, e eles se viram em uma situação ainda mais complicada. Erick tinha sido atacado por exatos 3 encapuzados, dois vinham de seus lados direito e esquerdo, segurando suas adagas frente ao corpo para tentarem perfurar os lados do rapaz, tentando mirar em seus pulmões. Um outro saiu de trás de uma cova para surpreender Erick e conjurou um raio em sua direção, uma descarga elétrica forte e rápida mirando no rosto dele, como o Cavaleiro reagiria aos ataques?

    Yui sentia a aura dourada que a envolvia e se sentia protegida, reconfortada, porém o medo voltou com força total quando ela viu que estava sendo atacada. 3 Encapuzadas vinham para tomar-lhe a vida, um de frente com uma lança queria perfurar o coração da garota, outro um pouco mais distante a direita usava uma pistola para atirar bem na cabeça da garota. E o ultimo a direita estava preparado para se ela tentasse fugir dos ataques em sua direção, e caso ela fizesse usaria sua magia para abrir um buraco no chão e depois fecha-lo, enterrando-a viva. Qual seria a reação de Yui com esses ataques?
    avatar
    Erick

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Erick em Ter Mar 14, 2017 8:45 pm

    Ok. Inacreditável pensava o cavaleiro. Tudo que faziam era counterado de forma premeditada. Yui conseguiu disparar apenas um feixe de luz para o alto. Os encapuzados tomaram providência e começaram a tranca-los no cemitério.  O jeito era torcer para que a guarda de fosse eficiente e conseguisse ver apenas este feixe, digamos de "esperança", ou vencer os 40 encapuzados.

    Ao menos o plano de Erick deu certo. Os encapuzados decidiram avançar. Um em cada lado à exato 5 metros. Só que de repente um deles saia de uma cova mais ao fundo e disparava uma descarga elétrica. No mesmo instante o cavaleiro gritava para Yui que estava nas suas costas.

    - Yui esquive para sua esquerda. - no instante que Erick indicava esquiva para Yui, o mesmo pulava para o lado oposto. Se tudo desse certo o raio iria passar no meio dos dois, indo diretamente contra o lanceiro que ia de frente para Yui, recebendo de certa forma um ataque "surpresa" do companheiro já que Erick e Yui cobriam a visão do raio.

    Ao mesmo tempo que o cavaleiro saltava para esquiva ele lançava o escudo em direção ao encapuzado que vinha em sua direita já que devido ao movimento defensivo de Erick este se tornou o "mais distante". O escudo seguia uma trajetória estranha. Ia mais ou menos em direção a cintura do inimigo, mas de repente ele criava uma curva estranha e descia em direção as pernas com o objetivo de atrasa-lo. Independente do resultado o escudo retornaria para as mãos do cavaleiro.

    Enquanto ao inimigo que vinha à esquerda, Erick esperava o momento certo. Giraria o corpo no próprio eixo indo para trás para evitar ao golpe, ao mesmo tempo que ia se abaixando para aplicar uma rasteira no adversário. Caso conseguisse derruba-lo, sem pestanejar iria finalizar-lo com um forte soco na barriga do mesmo.
    Em nenhum momento o cavaleiro tirava os olhos do encapuzado que estava na cova. Este era perigoso exatamente por ser um mago.
    avatar
    Yui Montaigne

    Mensagens : 23
    Data de inscrição : 02/03/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Yui Montaigne em Qua Mar 15, 2017 1:46 pm

    As coisas aconteciam muito rápido, e o medo de Yui a atrapalhava em sua reação. Ficava muito preocupada com a lanceira visto que se fosse atingida o golpe mataria Erick e se desviasse sem cuidado o golpe o acertaria diretamente. No entanto ela ouvia a voz do rapaz, e era como se um estalo  acontecesse em sua cabeça, o medo passava e a jovem ruiva se concentrava agora em tudo que lhe foi ensinado e em como usar em batalha.

    Num rápido movimento a garota desviava para a esquerda como Erick pedia acompanhando assim o movimento que o mesmo fazia. Todos os inimigos com os quais precisava se preocupar estavam agora a direita de Yui incluindo a atiradora por isso ao se esquivar a jovem já posicionava seu escudo mágico de modo a protege-los dos tiros e disparava dois raios de luz um em direção a encapuzada que ficava mais distante esperando para dar o bote com magia de terra e o outro na atiradora. Quando o raio estivesse chegando perto Yui usaria sua presilha para amplificar o poder do golpe e ampliar o diâmetro e poder de dano de seus raios. Respirava um pouco ofegante esperando para ver o resultado e qual seria sua próxima reação.
    avatar
    O Mestre
    Admin

    Mensagens : 123
    Data de inscrição : 15/02/2015

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por O Mestre em Seg Mar 20, 2017 9:31 pm

    (Erick)

    Erick não se desesperou e rapidamente fez um plano, ele gritava para Yui se esquivar e já logo pulava para a esquerda, saindo do caminho do raio e torcendo para a garota fazer isso também. No canto do olho o rapaz pode ver que o raio atingiu o encapuzado com a lança e o jogou para longe, provavelmente morto, exatamente como ele queria. Sem tempo para poder sequer pensar direito, ele ja jogou o escudo contra o oponente que havia ficado mais longe, planejando lidar com ele com o escudo e lidar com o outro desarmado. O escudo seguia na altura da cintura do encapuzado, que colocava sua adaga na frente para se proteger, mas o que ele não esperava era que o escudo mudaria de trajetória e atingiria sua perna.

    O impacto da "arma" de metal combinado com a força bruta de Erick, atingia a perna do inimigo com uma força brutal, dava para se ouvir o barulho de metal e osso entrando em contato e, quebrando, o encapuzado caia no chão gritando com a dor de seu ferimento. Enquanto isso Erick estava se preparando para enfrentar o encapuzado que estava próximo dele, porem ele fez um pequeno erro de calculo e, o oponente estava ainda mais próximo do que ele pensava. Quando o rapaz estava virando para esquivar desse golpe, o encapuzado conseguiu proximidade e cravou a sua adaga no ombro de Erick, que sentiu a dor da fina lamina entrando em sua pele e logo sendo retirada, deixando uma ferida não muito seria mas que causava uma dor e incomodo ao cavaleiro (15 pontos de HP a menos).

    Porém o rapaz tinha bastante constituição, e conseguia ignorar aquele ferimento para poder finalizar aquela batalha, e seu escudo havia voltado no momento perfeito. O encapuzado tentou esfaquear Erick novamente que, facilmente defendeu com seu escudo e conseguiu aplicar o golpe que queria no estomago de seu oponente, com a raiva e adrenalina de ter sido ferido, seu soco ficou tão forte que o oponente desmaiou assim que recebeu o dano. O cavaleiro respirou um pouco e depois observou os outros encapuzados, tinha que ficar atento pois sabia que a batalha ainda não havia terminado.

    Ele então ouviu o barulho do encapuzado que ele atingiu na perna, o mesmo estava xingando-o intensamente e, jogou a adaga nas costas de Erick, tentando mirar em sua nuca, o encapuzado estava a 7 metros de distancia do cavaleiro. Além disto vinha de frente para ele um encapuzado que utilizava uma estrela da manhã com uma corrente bem grande (de um metro e meio), ele rodava com força total a bola de espinhos na ponta da corrente e, a direcionava com força total no rosto de Erick. Além destes inimigos que o rapaz via, tinha mais dois encapuzados com as mãos juntas como em um simbolo de prece, eles não estavam atacando mas, será que iriam fazer alguma coisa? Como Erick reagiria a toda essa situação?

    (Yui)

    Yui estava com medo e ela estava sem reação, ela via seus oponentes porém não sabia como reagir a eles, a situação parecia extremamente ruim para a ruiva. Porém com o grito de Erick pareceu que a garota voltou a seu corpo, ela rapidamente pulou para a esquerda com o comando de Erick e, viu um raio atingi o encapuzado com a lança, ela não sabia como aquilo tinha acontecido mas estava feliz de ter um inimigo a menos. Porém existiam muito mais no campo de batalha, inclusive uma atiradora que tentava acertar Yui e mata-la.

    Os encapuzados tinham uma ideia de que a ruiva era uma maga por ser a discípula de Freya, mas eles nunca podiam imaginar que ela era uma maga tão boa. A garota criou em sua frente um escudo alaranjado de forma triangular que a protegeu dos tiros, deixando os dois encapuzados preocupados com aquela situação. Sem dar tempo deles pensaram a garota fez dois disparos de luz em seus dois oponentes, um no atirador e outro no mago, conseguindo a confiança de que conseguiria derrota-los. O primeiro disparo contra a atiradora seguiu em direção do estomago da mesma, e quando a magia se intensificou e finalmente a atingiu, o impacto foi tão intenso que a mesma saiu voando para trás, desacordada ou morta, Yui não tinha certeza.

    Mas a maga tinha descoberto algo, os encapuzados pareciam ser fracos contra magia divina, o elemento luz tinha causado um efeito mais devastador do que ela esperava, mesmo ao intensificar sua magia. O outro encapuzado ao ver que era um alvo também criou uma barreira de terra na sua frente para se proteger, porém Yui era uma maga poderosa, sua magia combinada com a presilha amplificadora se tornava um poder destrutivo, do qual conseguia atravessar a barreira de terra e acertar o encapuzado no peito.

    A ruiva tinha vencido seus oponentes, porém agora os encapuzados sabiam da ameaça que ela era para eles, e isso deixava a ruiva em mais perigo do que antes. 5 encapuzados se juntaram um pouco mais a frente de Yui e começaram a fazer movimentos estranhos com as mãos, além de pronunciarem palavras em um dialeto desconhecido pela garota, e a reação que começou a vir daquilo trouxe o medo de volta para a maga. As sombras dos encapuzados se juntaram no meio deles, e foi começando a tomar forma e sair do chão, criando uma criatura de uns 2 metros de alguma e em torno de 15 metros de comprimento, seus olhos e boca pareciam pegar fogo e sua aura era ameaçadora, e a criatura estava encarando Yui.



    A maga observou a criatura e a mesma a observou de volta, a ruiva podia sentir a aura assassina do monstro direcionada a ela, indicando que o mesmo queria destroça-la. O monstro começou a andar bem devagar para a direita em forma circular sem deixar de olhar para Yui, parecia que ele sabia que se não ficasse na parte de trás do escudo magico, que era desprotegida, ele não conseguiria atacar.

    Yui poderia manter o escudo ativo, porém por quanto tempo? (Seu gasto de mana até agora foi 25 de MP por todas as magias, e o escudo custara 5 de MP a cada turno que mantiver ele ativo). O oponente da ruiva era só um, mas aquele inimigo era assustador e gigante, além disso do mesmo jeito que luz tem vantagem contra trevas, trevas também tem vantagem contra luz, então os encapuzados estavam criando uma situação complexa para a maga reagir. E como Yui reagiria para sair daquela enrascada?

    (Ambos)

    Tanto Erick quanto Yui perceberam que a capsula de trevas estava sendo criada mais devagar agora que mais encapuzados estavam se focando em lutar e não em criar a magia, além disso eles podiam ouvir ao longe barulhos de tropas correndo naquela direção, pelo visto teriam que aguentar só um pouco mais.
    avatar
    Andrews

    Mensagens : 17
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Andrews em Ter Mar 21, 2017 8:29 pm

    Andrews caminhava lentamente por entre a floresta, o sol estava fraco ainda, o que facilitava sua caminhada, estava andando a muito tempo, se sentia sujo e sedento, mas logo seus olhos contemplaram a felicidade, os portões de Geld.
    Ele corre até chegar a entrada da capital, os pés doíam e sua barriga roncava alto, ele parou diante da entrada, se sentando no chão.

    - Geld... Finalmente...

    Resolveu descansar um pouco antes de adentrar a capital e tentar começar a sua busca por informações, havia andado por dias desde onde futuramente seria sua cidade natal até ali.

    - Tenho a impressão que Geld era maior, ou será, sei lá!

    Pensou em voz alta, se erguendo, passando a mão sobre a barriga e adentrando a agitada cidade.

    "Espero conseguir alguma informação útil... ou algo para comer, estou faminto!"

    Pensou enquanto caminhava em busca de uma biblioteca ou taverna.
    avatar
    Yui Montaigne

    Mensagens : 23
    Data de inscrição : 02/03/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Yui Montaigne em Qui Mar 23, 2017 9:01 pm

    Yui queria fraquejar pois nunca havia matado ninguém antes e agora dois dos três corpos a sua frente eram de sua responsabilidade. Seu escudo ainda a protegia e Erick parecia ter sido ferido mesmo ainda conseguindo lutar. A ruiva porém não tinha tempo para cura-lo pois mais cinco encapuzados pareciam armar alguma coisa. Assim algumas palavras ditas por Freya em seu treinamento lhe vinham a mente.

    "Lembre-se Yui, numa luta de verdade você não pode fraquejar, você é uma maga de luz e tem responsabilidades de manter seus companheiros vivos então você não pode morrer. Preste atenção em cada acontecimento, em cada detalhe, muitos se machucarão, alguns morrerão outros você matará, mas apesar disso, apesar da dor de matar e ver morrer você tem que ficar viva. Eles precisam de você viva. Se tem alguém poderosa para isso é você."

    Com esse pensamento a ruiva respirava fundo e exclamava em voz baixa apesar do medo que a magia invocada trazia.

    - Apenas fique viva!

    Ela podia ver a magia dos encapuzados tomar forma, era uma criatura enorme de pura trevas. Yui era insignificante frente a grandeza do que estava na sua frente, a boca e olhos em chamas a aura ameaçadora. A garota sentia até um arrepio. A criatura encarava Yui, desejava a morte da jovem como tudo. Yui não tirava os olhos da criatura mas ao mesmo tempo reparava nos encapuzados. A criatura parecia evitar o escudo de yui e o contornava tentando pegar a jovem pro trás, o que não era bom pois iria encontrar com Erick.

    Por ser um animal ou ao menos parecer com um Yui tentava usar sua empatia animal para controlar o animal mas não conseguia ter certeza que estava funcionando. A criatura era fraca contra a luz isso era fato mas Yui não conseguiria suportar um golpe muito forte de trevas. Matar a criatura não parecia viável porque os magos poderiam invoca-la de novo. Mas e se ao matar os magos a criatura não sumisse?

    Sem muito o que fazer yui juntava as duas mão formando um triângulo com os dedos e disparava um forte raio de luz contra os cinco encapuzados de diâmetro capaz de acertar os cinco enquanto mantinha o escudo ativo para manter a criatura por mais um tempo afastada caso ela não sumisse
    quando os magos caíssem.
    avatar
    Erick

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Erick em Qui Mar 23, 2017 11:37 pm

    Erick havia eliminado os adversários contudo sofreu um leve dano de um golpe do último encapuzado. Mas não tinha muito tempo para respirar. Havia mais encapuzados para se livrar. O adversário incapacitado  de andar que estava em suas costas, arremessou a adaga na altura da nuca de Erick, e ao mesmo tempo um outro vinha em sua direção com uma maça estrela. Rapidamente o cavaleiro saltou para o lado, evitando a adaga que neste momento poderia atingir o encapuzado à sua frente, fazendo com que se distraísse ou pelo menos fosse atrasado.

    Assim que evitasse o golpe Erick saia em disparada aos dois "magos"  correndo em zigue-zague.
    O cavaleiro arremessaria o escudo de forma que o escudo atingisse um e "quicasse" em direção ao outro. Independente do resultado, o escudo era apenas para cancelar a possível conjuração. Quando estivesse próximo, o rapaz aplicaria um soco no peito de um, e giraria em torno do próprio eixo, aplicando um chute no outro adversário.

    "Tenho que acabar rápido com eles, para ajudar Yui" - pensava o cavaleiro apreensivo com a situação.  
    avatar
    O Mestre
    Admin

    Mensagens : 123
    Data de inscrição : 15/02/2015

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por O Mestre em Sex Mar 24, 2017 1:53 am

    (Andrews)

    Andrews ficava confuso com a visão de Geld daquela época, ela parecia menor e menos desenvolvida, mas ao mesmo tempo algo dizia ao garoto que aquele local parecia mais familiar do que deveria. O estomago do cavaleiro então roncou e o lembrou o que era mais importante no momento, conseguir comida pois estava morrendo de fome, a viagem até lá tinha sido longa e cansativa. O rapaz não precisou andar muito para achar uma rua cheia de tavernas, restaurantes, lojas, por ser a capital do pais do comercio o que não faltava ali eram opções para se gastar dinheiro. Andrews olhou no bolso e viu que não tinha tanto dinheiro assim, então procurou uma taverna de aparência mais simples e adentrou a mesma.

    -Seja bem vindo! Por favor sente-se no balcão, nossas mesas estão todas ocupadas.

    A atendente recepcionava o garoto com gentileza e o acompanha até o único espaço vazio no balcão, o lugar estava cheio de todo tipo de pessoas, casais, grupos de amigos, varias pessoas conversando, comendo e fazendo barulho. Assim que o cavaleiro se sentou o dono do estabelecimento se aproximou dele, era um homem alto e robusto, com uma barba enorme e um olhar severo, porém a voz gentil do mesmo mostrava que não era tão ameaçador quanto parecia:



    -Aqui esta o menu, é sua primeira vez em Geld? Você é um viajante? Mercenário?

    O homem observava Andrews com calma e de forma tranquila, pelo visto só estava perguntando de curiosidade mesmo, talvez ele tivesse ficado interessado em porque o cavaleiro era meio ciborgue. Andrews observou o menu e viu que tinha uma boa variedade de itens, desde os mais simples como combo sanduíche e suco por 2 moedas de bronze, até alguns mais caros como filé de cocatriz a parmegiana com um vinho raro, algo que custava em torno de 300 moedas de ouro. O dono da taverna observava o rapaz esperando pelo pedido do mesmo e pela resposta de suas perguntas, o que Andrews pediria? Iria gastar um dinheiro a mais em algo exótico? Ou iria pedir algo simples e economizar?

    (Yui)

    Yui quase se deixava levar pelo peso de ter matado alguém pela primeira vez, a garota chegou ao ponto de esquecer toda a luta e simplesmente cair no chão e chorar, porém não podia se deixar levar dessa forma. Lembrando das palavras de Freya e lembrando que Erick estava ali com ela também, a ruiva conseguiu forças para se manter atenta a seu enorme oponente. O monstro observava Yui e ia se movendo lentamente envolta dela, enquanto a garota também observava a criatura e tentava controla-la com sua empatia animal. A mente da garota conectou por um momento com a mente do monstro e, a visão que ela teve foi horrível, varias imagens dela mesma morrendo de formas diferentes, vozes assustadoras sussurrando coisas como "matar", "destruir", "dilacerar","sangue" ficavam ecoando em sua cabeça.

    Antes que Yui ficasse maluca ela cortou a conexão com o monstro, ele era tão cheio de trevas e intenções negativas que não importava como, a maga não conseguiria controlar a criatura. Ela então teve uma ideia, já que atacar a criatura de frente seria algo que provavelmente não teria um efeito muito bom, porque não tentar os magos que invocaram a coisa? Talvez isso fizesse com que o monstro desfizesse e ela teria um enorme problema a menos. Yui então formou um triangulo com sua mão e começou a juntar seu poder magico para soltar uma intensa magia em seus oponentes, o que foi percebido pela enorme criatura, que se preparou para proteger seus mestres. O monstro mordeu o chão de forma tão profunda que sua boca quase sumiu na terra, e então uma luz alaranjada intensa começou a surgir do ponto onde a boca do monstro estava, a reação disso foi surpreendente. Bem na frente de onde os encapuzados estavam, o chão começou a ficar vermelho e em pouco tempo, pilares de lava saíram do chão e fizeram uma parede flamejante na frente dos encapuzados.

    O feitiço da maga finalmente tinha se completado e ela disparou contra seus oponentes, o magma atrapalhou que toda sua magia atravessasse mas parte dela conseguiu passar, atingindo 3 encapuzados, um na perna, outro no ombro, e o ultimo diretamente em seu coração, fazendo-o cair morto (Mais 30 de MP gasto, 25 pela magia e 5 para manter o escudo). O plano da garota infelizmente tinha sido atrapalhado, não só isso como a criatura parecia extremamente enraivecida quando tirou sua boca da terra, o monstro ignorou o fato dela ainda estar com o escudo erguido e começou a ataca-la com patadas intensas e com força total.

    Yui tentou resistir e manter o escudo ativo pelo máximo que pode, mas a força da criatura era tanta que em um momento ele se quebrou e, a intensidade do estouro da magia com o ataque a jogou para trás com bastante força. A ruiva atingiu uma lapide a um metro de distancia de onde estava e sofreu dano, porém ela não sentia dor alguma, somente ao ouvir o urro de dor que Erick emitia que ela percebia que estava protegida com uma magia que mandava seus danos para o garoto. Mas não era o momento de se preocupar com isso, Yui estava sem escudo, e na sua frente estava a enorme criatura pronta para ataca-la e dilacera-la, a situação era desesperadora.

    (Erick)

    Erick não perdia tempo, desviava do ataque como se não fosse absolutamente nada, a experiencia de batalha que tinha lhe ajudava muito. O problema foram os acontecimentos inesperados que o garoto não tinha calculado, o primeiro foi o fato de que a adaga do encapuzado somente atingiu a maça estrela do outro oponente, deixando os dois inimigos ainda inteiros e prontos para lutar. Além disso quando o cavaleiro ia atacar os magos ele sentiu uma intensa dor em suas costas, como se tivesse atingido uma pedra com suas costas com força total, a dor foi tão intensa que ele ficou desnorteado por alguns segundos (Menos 35 de HP pelo dano recebido no lugar de Yui, e como havia esquecido de cobrar sua mana, 20 por quando ativou Sacrifice, e mais 20 por ter mantido esse turno, totalizando um gasto de 40 MP).

    Percebendo a pequena brecha que havia aparecido, o encapuzado puxou a corrente da estrela da manhã para o lado onde Erick estava fazendo com que a ponta viesse com força para cima dele. Se recuperando bem em cima da hora, o rapaz defendia com seu escudo e sentia o impacto o forçando para trás, aquele oponente tinha mais força física do que parecia. Aquela situação estava ficando cada vez mais complexa para ele, não só estava com dores que o incomodavam, como estava ficando cada vez mais preocupado com Yui e isso estava lhe fazendo se desfocar de sua própria batalha, e isso fez com que o rapaz cometesse alguns erros no seu próximo ataque. O cavaleiro jogou seu escudo contra os dois magos e ele atingiu um, e logo depois acabou acertando o outro também, desconcentrando e machucando ambos, e com isso o plano de impedir a magia deles tinha sucedido.

    Porém quando Erick se aproximava dos dois para ataca-los, o oponente com a estre da manhã da qual ele havia ignorado completamente, o pegou pelo pescoço e o jogou no chão com força total. Aquilo não era suficiente para realmente machucar Erick, mas como ele já estava com uma dor forte nas costas, a dor só ficou pior e os olhos do rapaz desfocaram por um momento. Quando ele conseguiu assimilar a situação novamente o encapuzado estava com o pé em seu tórax, o prendendo no chão com todo seu peso e rodando a estrela da manhã novamente, preparando para atingir o cavaleiro no rosto de muito próximo. A situação estava desesperadora.


    (Yui e Erick)

    A maga e o cavaleiro estavam encarando a morte, cada um com um oponente a sua frente pronto para mata-los, seria aquele o fim da jornada de ambos? Iriam perder o jogo do homem misterioso e morrer dessa forma? Quando tudo parecia perdido eles ouviram barulhos que fizeram a esperança voltar para eles. A primeira pessoa a perceber que tudo ficaria bem era Yui, pois em sua frente havia aparecido um homem com uma enorme espada, ele passou a mão pela lamina da mesma e logo depois ela começou a brilhar intensamente, ele então desferiu um golpe no monstro de trevas que rugiu de dor e agonia.

    Pouco depois disso Erick viu da entrada do cemitério o exercito de Geld adentrar o local e começar a atirar nos encapuzados, finalmente seriam salvos. Aproveitando-se da situação, o cavaleiro percebeu que o encapuzado que pisava nele tinha se distraído com a comoção, sem pensar duas vezes o rapaz quebrou a perna de seu oponente que caiu do seu lado, e depois lhe deu um forte soco bem no peito do oponente, que agora não se mexia mais. Os encapuzados começaram a entrar em desespero e abrir portais para fugir do local, agora que o exercito havia chego as chances de ganharem era zero, então o melhor a fazer era desistir e tentar de novo depois.

    O homem que havia salvo Yui esticou o braço para o alto e gritou "PRISÃO DE LUZ!" e atingiu em torno de 5 encapuzados, fazendo com que eles ficassem presos em cruzes de luz. Até mesmo o enorme monstro de trevas, agora com uma enorme ferida em seu rosto, fugiu através de um portal de trevas, não havia sobrado um único encapuzado no cemitério. Os soldados do exercito ajudaram Yui e Erick a se erguerem e os trouxeram para o homem que havia salvo a maga, agora que podiam reparar melhor nele podiam perceber que ele não parecia ser um qualquer. Ele vestia uma roupa peculiar que parecia não dar muita defesa, tendo só armadura em seu braço esquerdo, além de uma enorme espada de metal que parecia pesar muito, a expressão seria dele também dizia que deveria ter uma patente alta no exercito.



    -Algum de vocês poderia me informar... o que aconteceu aqui?!

    (Experiencia ganha: Yui - 30, Erick - 25)
    avatar
    Andrews

    Mensagens : 17
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Andrews em Sex Mar 24, 2017 4:30 pm

    Andrews caminhou vendo e sentindo o cheiro dos pratos servidos nos restaurantes e tavernas, seu estômago roncava cada vez mais, colocou a mão no bolso contando as moedas.

    - Porque não peguei mais algumas e fugi... Devia ter ouvido o Arlequin...

    Seguiu então para o estabelecimento que tinha a aparência mais humilde e adentrou o local, sorriu para a atendente e seguiu para o espaço vago no balcão. O dono tinha uma aparência assustadora, mas o jovem estava tão faminto e cansado que não teve forças para se assustar, ouviu as perguntas do homeme, olhando cardápio.

    - Digamos que é minha primeira vez sim e sou um viajante, um cavaleiro viajante... gostaria de dois desse.

    Dizia, apontando para o combo do sanduíche e suco, antes que o homem se fosse ele continuou.

    - Sabe onde posso conseguir me hospedar por um preço bom e onde consigo uma biblioteca de magia?
    avatar
    Erick

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Erick em Sex Mar 24, 2017 8:12 pm

    A batalha foi bem trabalhosa. Bem mais por sinal. Erick de fato notava que seu corpo não era mais o mesmo. Estava bem enfraquecido do que costumava ser. De fato o que Gaia havia dito era verdade. Teria que dar tempo ao tempo para que as células de Gaia voltava a fazer efeito.
    Contudo o plano inicial do cavaleiro havia dado certo. O exército de Geld havia chegado finalmente, e cuidando dos encapuzados restantes. Um dos soldados o ajudava a se levantar.

    Erick foi de encontro com Yui e dava um leve abraço, olhando-a diretamente em seus olhos:

    - Está bem Yui? Não está ferida? - dizia o cavaleiro preocupado com a maga, ignorando momentaneamente os próprios ferimentos.

    Logo em seguida os dois eram levados em direção ao que seria o novo capitão daquele exército de Geld. Ao pelo menos era esta a presença que passava ao cavaleiro. O mesmo perguntava o que havia acontecido no cemitério. Erick respondia seriamente.

    - Meu nome é Erick, esta é Yui.
    - Estes encapuzados nos perseguiam. Fomos seguidos até aqui.
    - Viola.
    - Erick exitou por um momento se lembrando do que estes haviam feitos com os corpos de seus pais. Engoliu à seco controlando a raiva e retomou o que dizia - Violaram os túmulos da família Scutum.

    - Sabe de alguma seita, ou alguma organização que trabalha em Geld? - Erick sabia que não ia adiantar interrogar os encapuzados presos. Podia até tentar tortura-los like a batman. Mas este não a personalidade do cavaleiro. Então preferiu deixar nas mãos do exército de Geld e seu atual capitão

    avatar
    Yui Montaigne

    Mensagens : 23
    Data de inscrição : 02/03/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Yui Montaigne em Dom Mar 26, 2017 10:02 am

    A ruiva se desesperava ao ser arremessada pela criatura depois de seu plano falhar e ver todo seu dano ser transferido para Erick. Ela estava numa situação muito ruim e Erick numa pior porque ela falhara. No entanto aparecia a sua frente o cavaleiro de Geld junto do exercito e punha um fim em tudo aquilo. Era como se um grande peso fosse tirado de cima dos ombros de Yui. Enquanto o soldado a ajudava a levantar ela só pensava em encontrar com Erick para poder cura-lo, mas antes que se desse conta Erick já a estava abraçando.

    A jovem se sentia bem confortável nos braços de Erick e não tinha como evitar os olhos carinhosos do rapaz.

    - Eu estou bem! Mas você...

    Yui levava a mão bem de leve ate o ferimento no ombro de Erick para cura-lo mas eram conduzidos ao cavaleiro que a salvou antes que pudesse o fazer. A jovem ruiva aproveitava os braços do rapaz de cabelos castanhos para se manter em pé mesmo estando o rapaz ferido, não por ela está ferida  mas belo baque emocional que a sua primeira batalha lhe provocara. Ter matado pessoas, Erick quase ter morrido, ela quase ter morrido, era muita coisa pra digerir, Yui queria chorar mas tinha de ser forte sabia que coisa pior estava por vir. Deixava então Erick responder o interrogatório cavaleiro, sabia que ele não falaria do livro.
    avatar
    O Mestre
    Admin

    Mensagens : 123
    Data de inscrição : 15/02/2015

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por O Mestre em Dom Mar 26, 2017 6:26 pm

    (Andrews)

    O dono da taverna anotava o pedido do cavaleiro e fazia um sinal para ele esperar um momento, o mesmo sumia em uma porta atras dele e alguns minutos depois voltava com os dois combos em seus braços. Ele entregava os dois para o rapaz e logo depois esticava sua mão:

    -São quatro moedas de bronze. E desculpe me intrometer mas, o que um cavaleiro viajante iria querer com uma biblioteca de magia? Você não deveria estar mais interessado em, sei lá, espadas? Quem sou eu para julgar um estranho. Aqui em Geld eu nunca ouvi falar de nenhuma biblioteca que se especialize em magia, essa cidade é mais voltada para comercio então no máximo você achara artigos mágicos para comprar, não livros de magia. Porém... eu ouvi alguns rumores uma vez, que diziam que existe uma cidade de magos aqui em Hendel, talvez se encontrar algum mago ele poderia lhe ajudar. O melhor lugar é o centro da cidade, com toda certeza terá algum mago comprado algo por lá. Agora hospedagem tem em todo lugar por aqui, a questão é, quanto você pode pagar? Dependendo do preço que quer posso te indicar a estalagem perfeita.

    O grandalhão sorria de forma gentil para o cavaleiro, fazendo-o perceber que realmente ele só tinha uma aparência assustadora, mas de resto ele era uma pessoa de bom coração. Andrews pagou as quatro moedas de bronze e começou a comer seu lanche antes de responder, mesmo sendo um simples lanche de presunto, queijo, tomate, alface e maionese, ele era mais gostoso do que o rapaz sequer poderia imaginar que seria, o dono do local parecia ser um ótimo cozinheiro. Quando Andrews estava pronto para falar novamente, ele foi interrompido pelo grandalhão que o tinha observado até aquele momento:

    -Se você estiver meio sem dinheiro e quiser uma hospedagem legal, você poderia me ajudar com um trabalho, eu prometo que o pagamento vai valer a pena.

    O meio ciborgue tinha recebido uma proposta de serviço, e contando a quantia pequena de dinheiro que tinha poderia ser uma boa opção. Mas ele também queria encontrar um mago para achar um lugar que pudesse ter uma biblioteca magica, qual era maior prioridade? Ganhar um dinheiro extra? Ou procurar logo um mago?

    (Erick e Yui)

    O cavaleiro fazia uma explicação simples sobre a situação e perguntava ao homem que ele achava que deveria ser o capitão, se ele sabia de alguma seita ou organização em Geld. Enquanto isso a maga somente se preocupava se Erick estava bem, ela deixava a explicação com ele e se focava em ficar pronta para recupera-lo quando fosse possível, além disso ela não queria pensar demais em tudo que havia acontecido, aquela batalha tinha sido um trauma para ela. O suposto capitão olhava para os dois com espanto no olhar e também analisando-os, parecia não acreditar completamente no que o rapaz falava, ou talvez achasse que estavam emitindo informações.

    -Olha, eu sou o General Gesetz, e estou do lado de vocês, podem ficar tranquilos que não serão mais atacados. Porém essa situação é muito... estranha. Você está falando serio? Eles realmente violaram os túmulos dos Scutum?! Até eu que não sou nascido de Geld conheço a reputação deles, porque alguém faria alto tão, tão, desrespeitoso assim?! Eu preciso da cooperação dos dois se quiserem que nos os ajudemos. Bem vamos ao quartel, lá podemos falar melhor assim que estiverem curados e mais calmos.

    O general comandava seus homens para acompanhar a dupla com todo o cuidado para o quartel da cidade, um prédio enorme cheio de soldados correndo para todos os lados sempre fazendo alguma missão ou indo atrás de algum malfeitor. Erick e Yui foram levados para uma sala grande com uma mesa extensa no meio e com varias cadeiras, parecia ser a sala de reuniões do quartel. A dupla foi conduzida para duas cadeiras e, logo depois, receberam atendimento medico, comida e bebida, foram tratas muito bem e agora estavam completamente bem depois de toda aquela situação horrível. Depois de alguns minutos de descanso o general apareceu na sala, ele pegou uma cadeira e se sentou de frente para com o cavaleiro e a maga, e os olhou com seriedade porém gentileza:

    General Gesetz - Vamos lá, primeiro, quais são seus nomes? Vocês tem alguma relação com a família Scutum? Segundo, pela sua pergunta posso deduzir que esses caras que prendemos fazem parte de uma seita, de algum culto estranho, de verdade só as roupas estranhas que eles usam já entregam isso. Para responder sua resposta, a unica organização que eu sei que aparece de vez em quando aqui em Geld é o Mercado Negro, alguns malucos que vem vender órgãos, equipamentos amaldiçoados, e varias coisas horríveis de forma ilegal. Estamos tentando prender eles a anos mas nunca conseguimos, acha que eles teriam alguma relação com esses encapuzados? Além disso tentamos interrogar os prisioneiros mas eles não falam nada, e as roupas deles parecem ser magicas, porque sempre que tentamos tirar os capuzes eles não saem de jeito nenhum. Eu sei que talvez seja difícil confiar em alguém que conheceram agora mas, por favor, vocês podem me dizer o que esta acontecendo? E eu digo tudo, sem omitir nenhum detalhe.

    O olhar do general era intenso e pedia a confiança total da dupla, ele parecia realmente interessado em descobrir o mistério por trás daquilo tudo e ajudar Erick e Yui. Porém qual seria a decisão da dupla? Sera que poderiam confiar nele só porque ele era uma general de Geld? Ou iriam preferir compartilhar só as informações que não entregassem demais sobre tudo que estava acontecendo?
    avatar
    Erick

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Erick em Dom Mar 26, 2017 8:27 pm

    O tal capitão não era um capitão mas sim um General chamadao Gesetz. No primeiro contato, o general duvidava dos dois. Também pudera, depois do acontecido, não conseguira tão com exatidão os detalhes. Assim o cavaleiro e a maga foram para o quartel da cidade. Uma sensação nostálgica batia em Erick. Fazia tempo, O cavaleiro havia passado bons tempos aqui. Após caminhar pelos corredores, se dirigiram para a sala de reuniões do quartel.

    Foram tratados muito bem. Erick já estava melhor dos ferimentos, se alimentou e matou sua sede. Após os cuidados Gesetz entrava na sala e dirigia à palavra aos dois.
    Fazia um longo interrogatório. Erick não sabia o por que, mas o General Gesetz não inspirava total confiança. O cavaleiro não mencionaria do livro que no momento estava com ele. Deixaria isso À cargo de Yui. Contudo, talvez poderia revelar sua verdadeira identidade.

    - Como havia dito no cemitério. Meu nome é Erick e esta é Yui aprendiz da família.
    - Pode parecer estranho. Muito estranho. Mas eu sou o filho desaparecido da família Scutum. Longa história
    - Quanto aos encapuzados não acho que eles tenham relação direto com Mercado Negro.Eles tem um líder. Não nos revelou o nome. Tão pouco pudemos ver o seu rosto. Mas é um maníaco. Não contente em violar túmulos queimou minha antiga casa.  Creio que deve ter recebido ou em breve irá receber um relatório com esta informação...
    - dizia o rapaz, esboçando uma expressão seria no rost

    avatar
    Andrews

    Mensagens : 17
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Andrews em Seg Mar 27, 2017 1:25 pm

    O lanche estava maravilhoso, mas o jovem ainda analisava o que o grandalhão havia lhe dito, o que seria a prioridade dele,m voltar para casa ou conseguir umas moedas extras, resolveu pesar.
    Voltar era uma grande prioridade para si, resgatar seus pais e salvar seu reino, mas no estado que estava era melhor conseguir uma graninha extra, se recuperar e ai seguir em busca de um mago. Bebericou o restante do suco e limpou a boca, que deveria estar infestada de migalhas e maionese, olhou para cima.

    - Qual é o serviço e qual o seu nome?

    Perguntou de forma amigável, afinal não queria e nem poderia arrumar uma briga ali.
    avatar
    Yui Montaigne

    Mensagens : 23
    Data de inscrição : 02/03/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Yui Montaigne em Ter Mar 28, 2017 9:01 pm

    Por estar a ruiva meio perdida em seus pensamentos não percebera que o General não ficara muito convencido com a história de Erick, apesar de ter muitas verdades, até estar no quartel. Mesmo sabendo que o Sr. Scutum e até mesmo Erick tinham sido grandes soldados em seu tempo e frequentaram muito aqueles corredores, era a primeira vez que Yui caminhava por eles. Ela olhava o jovem Scutum que parecia tão tranquilo e familiarizado enquanto ela ficava sem graça ainda mais com aquele monte de soldados passando para todos os lados.

    Quando ficava a sós com Erick na sala de reuniões para comer após vê-lo ser curado se sentia mais calma. Apenas comia calada o observando e observando tudo em sua volta. Até o general voltar. Muitas perguntas eram feitas novamente e novamente Erick tomava a frente em responde-las, mas Yui sabia que era importante ela assumir dali. Muita coisa havia acontecido desde que ele retornara e já que havia decidido revelar quem era talvez era hora de a jovem contar o que estava acontecendo ao General. Ela não confiava no general, pelo menos não completamente mas não via muita escolha agora.

    - Quando Erick voltou, achei que o minimo que podia fazer era leva-lo para ver os pais. Mas quando chegamos lá...

    Podia-se ver um lágrima escorrer em memória as lembranças de Freya.

    - Quando chegamos os encapuzados estavam lá, haviam roubado os corpos. Parecia que procuravam algo não sei o que. De repente o líder deles apareceu apontou para o rumo da casa que começou a pegar fogo e mandou os seus servos nos matarem.

    Toda a tristeza na face de Yui era tão verdadeira que mesmo ela estando omitindo sobre o livro era quase impossível que não se acreditasse nela. Ela no fundo queria que o General fosse um aliado mas não podia ficar contando com essas esperanças bobas, assim só queria poder ir embora para algum lugar descansar já que sua casa estava destruída e pensar no que fazer. Quem sabe Freya não tinha deixado uma pista?
    avatar
    O Mestre
    Admin

    Mensagens : 123
    Data de inscrição : 15/02/2015

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por O Mestre em Ter Mar 28, 2017 11:11 pm

    (Erick e Yui)

    O General ouvia cada palavra que a dupla lhe contava, sua expressão mudando varias vezes enquanto ele assimilava toda a informação que recebia. Quando os dois terminavam de reportar o acontecido, Gesetz demonstrava uma expressão de raiva e fechava seu punho com força total, parecia que algo que eles tinham dito não o havia agradado nem um pouco:

    General Gesetz - Qual o problema de vocês?! Consigo ver que não estão mentindo sobre tudo mas, precisavam mentir sobre algo tão... tão... horrível?! Como você pode fingir ser Erick! Ele foi um herói de guerra que todos nos respeitamos! Só estamos vivos hoje porque ele morreu nos protegendo!

    Com muita raiva em seu olhar o general foi até um armário próximo a dupla e começou a procurar por algo, alguns segundos depois ele trouxe um antigo jornal e o colocou na mesa em frente a Erick e Yui com toda força:

    General Gesetz - Olhem, e se arrependam da brincadeira idiota que estão fazendo.

    O cavaleiro e a maga se aproximaram da folha e puderam ver claramente a noticia, que contava sobre a batalha na fenda a 80 anos atrás.

    Fim da guerra! Herói da família Scutum salva o mundo!

    Finalmente a guerra foi encerrada, depois de muitos dias de luta e vários soldados das três nações mortos, ganhamos a batalha. Pouco foi revelado para o publico mas as informações que recebemos é que, o exercito de monstro que nos invadiu pela fenda fugiu de volta para a mesma, graças a um corajoso cavaleiro. Erick Scutum, um garoto de apenas 25 anos, que usava um escudo como arma (uma escolha bem interessante), já estava surpreendendo a todos com sua rápida ascensão dentro do exercito. Ele já tinha recebido varias medalhas de mérito por serviços prestados a Hendel. Quando a batalha parecia estar perdida, Erick Scutum usou de um poder que nenhum de seus companheiros conhecia, um poder tão imenso que dizimou boa parte de seus oponentes, fez com que o resto deles fugisse, e selou a fenda para que nunca mais fossemos invadidos novamente. Porém o custo para isso foi caro para nosso herói, pois para usar todo aquele poder ele teve que dar sua vida, se sacrificando pelo bem de todos nós. Hoje foi o enterro de Erick, seus pais, devastados, não tiveram a coragem de comparecer na cerimonia. A família Scutum é muito famoso por todos os serviços que já prestaram a Hendel então ninguém os culpou por não quererem ver o corpo sem vida de seu filho. Por pedido do grande Marechal Art, o corpo será enterrado junto com outros heróis de guerra no cemitério do quartel do exercito. Temos aqui uma foto de Erick Scutum dentro de seu caixão, feito de vidro transparente para que todos possam lembrar do rosto deste grande herói.

    Logo abaixo da noticia estava a foto mencionada, e tanto Erick quanto Yui ficavam espantados ao ver que a imagem realmente mostrava Erick, deitado em um caixão de vidro, com os olhos fechados, morto. A semelhança do corpo na foto para o cavaleiro que estava ali sentado eram tão grandes, tão perfeitas, que era impossível dizer que era um corpo falso ou algo do tipo, porém Erick estava vivo, então quem era aquele na foto? A cabeça do rapaz começou a ficar totalmente confusa com aquela situação sem sentido, ele também não entendia como o general podia duvidar dele já que, ele tinha a mesma aparência do corpo da foto, então porque Gesetz ainda achava que aquilo era uma brincadeira de mal gosto? Antes que a dupla pudesse dizer alguma coias, a porta da sala de reuniões abriu com força total e um soldado entrou desesperado e ofegante:

    -General... huff huff... nós pre-

    General Gesetz - PUTA QUE PARIU SOLDADO! NÃO CONSEGUE VER QUE ESTOU NO MEIO DE UMA INTERROGAÇÃO?!

    -Desculpe senhor! Mas é que precisamos do senhor imediatamente! Algo estranho esta acontecendo com os presos encapuzados senhor!

    General Gesetz - MAS QUE MERDA?! Vocês dois, nem mesmo pensem em sair daqui. Vamos logo soldado!

    E os dois corriam para fora da sala de reuniões deixando Erick e Yui ali, sozinhos, com perguntas em suas mentes e cada vez mais confusos sobre toda essa situação. Como proceder agora? Deveriam esperar o general mesmo sabendo que ele não acreditava em suas palavras? Ou será que deveriam tentar fugir? Além disso a situações com os encapuzados deixava a dupla curiosa e preocupado, o que eles poderiam estar fazendo mesmo que presos?
    avatar
    O Mestre
    Admin

    Mensagens : 123
    Data de inscrição : 15/02/2015

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por O Mestre em Ter Mar 28, 2017 11:20 pm

    (Andrews)

    Andrews se deliciava com a comida e começava a pensar em suas prioridades, ele sentia que era obvio que o mais importante era voltar para seu tempo mas, pensando bem sem dinheiro ficava meio complicado tentar fazer isso. O cavaleiro decidiu então perguntar mais do serviço, antes de decidir se ia aceitar precisava saber o que tinha de fazer:

    -Meu nome é Randy, e o serviço é simples, bem pra você imagino que será. Eu sempre compro os suprimentos que uso para cozinhar aqui na taverna em uma vila aqui perto, lugar pequeno e pacato. Eu costumava não ter problemas na viagem, ela é bem curta e não é uma estrada perigosa. Porém parece que alguns bandidos começaram a ver que da pra roubar uma grana por ali, então varias caravanas que passam por lá tem nos avisado que estão sendo atacados sempre. Como eu só faço as compras com mais um outro cozinheiro, e não somos exatamente lutadores, eu queria contratar alguém para nos proteger durante a viagem. É um trabalho perigoso mas você parece ser bem forte, ainda mais com essas partes robóticas, o que me diz? Te pagarei 30 moedas de bronze pelo serviço, de acordo?

    O grandalhão sorria empolgado para Andrews enquanto aguardava a resposta, parecia que ele confiava na capacidade de combate do cavaleiro sem mesmo nem tendo a visto, as próteses mecânicas do rapaz pareciam lhe dar a aparência de forte. Deveria o garoto aceitar o serviço? Talvez quisesse tentar barganhar para ganhar um pouco a mais? Ou preferiria deixar essa oportunidade de lado e seguir seu caminho?
    avatar
    Yui Montaigne

    Mensagens : 23
    Data de inscrição : 02/03/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Yui Montaigne em Qua Mar 29, 2017 10:06 am

    "Isso está errado! Isso está errado!"

    Yui seguia pensando enquanto lia a reportagem e via foto. Ela conhecia essa história de cor e salteado de tanto que a ouvira de Freya. Mas nem tinha tempo de dizer isso ao General.

    - Não foi isso que aconteceu! Não houve enterro, nem mesmo simbólico.

    A expressão no rosto da menina ruiva era de muito espanto e confusão. E o general também parecia confuso, talvez pelo fato de não ser de Geld e não está lá quando aconteceu, não deveria ter uma fonte segura de informações. Mas porque ele não acreditava nos seus olhos?

    - Temos que sair daqui... Tem algo muito errado...

    Yui parecia nervosa, mas ao mesmo tempo era como se estivesse calma, seus olhos ainda eram gentis apesar de confusos e determinados. Era simplesmente uma visão que intrigava. A jovem pegava suas coisas e tirava uma caneta da bolsa fazendo uma marcação na reportagem. Ela circulava CEMITÉRIO DO QUARTEL DO EXÉRCITO e escrevia ao lado "meia noite sozinho se quiser saber a verdade".

    Já era quase meia noite não faltava muito mais que meia hora visto que toda confusão começara logo após o por do sol. A ruiva segurava a mão de Erick o puxando delicadamente com um sorriso.

    - Precisamos ir até o cemitério do quartel. Você me leva? Mas precisamos ficar escondidos até meia noite.

    Yui deixava seu corpo ficar bem próximo do de Erick, ficando na ponta dos pés para que sua boca alcançasse o ouvido do rapaz de cabelos negros. Assim ela contava seu plano de violar o tumulo do suposto Erick Lucius Scutum. Iria parecer loucura mas algo muito errado tinha naquele tumulo e eles tinham que saber o que era, talvez salvasse a vida deles.
    avatar
    Erick

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Erick em Qua Mar 29, 2017 8:29 pm

    Erick estava pasmo. Alguém havia forjado sua morte. E de certa forma muito bem. O cavaleiro se via na foto do artigo do jornal. Um turbilhão de pensamentos passava em sua cabeça.
    Os pensamentos do rapaz só se acalmaram quando notou que Yui não acreditava na notícia. Foi neste momento que Erick lembrou de tudo que passou dentro de Gaia, e o que a mesma havia lhe dito sobre os deuses desejarem sua morte. No momento eles seriam os únicos que tinham alguma real razão para forjar sua possível morte, ainda que o cavaleiro não tenha certeza do propósito com isso.

    Mas aquele momento foi interrompido. Um dos soldados interrompia o interrogatório. Desejava que o general olhasse os encapuzados. Isso era mal. Ou não. Contudo o general se retirou deixando Erick e Yui sozinhos na sala. A maga começava a falar consigo mesma. Erick estava mais calmo do que a mesma, apesar de ter se visto na foto do artigo de jornal.
    A maga fez uma anotação no pedaço de jornal e em seguida dirigiu a palavra ao cavaleiro, que ouviu com atenção. A mesma pedia para ir ao cemitério do quartel. Queria violar o túmulo do farsante, ou seja lá que tenha no caixão.

    - Vamos. Eu me lembro do caminho. Não acho que vamos ter até meia noite Yui.
    - Os encapuzados começaram a reagir. Espero que não estejam usando uma nova magia de invocação.
    - dizia o rapaz com uma expressão séria estampada em seu rosto
    - Vamos..

    O cavaleiro segurava a mão da maga, e assim saiam da sala em direção ao cemitério do quartel.
    avatar
    Andrews

    Mensagens : 17
    Data de inscrição : 17/02/2017

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Andrews em Qui Mar 30, 2017 10:43 am

    Andrews ouvia atentamente cada palavra de Randy, ele se parecia muito com seu pai, grande e forte, mas com um imenso coração, a lembrança encheu o peito do jovem de saudades e dores e a mente de lembranças de seu velho.

    " Lembre-se, meu filho, os interesses dos necessitados sempre devem vir a frente dos seus, somente quando entender isso poderá ser um grande rei..."

    A voz ecoou dentre as lembranças com tanta vicissitude que assustou o rapaz, se percebeu que ainda não tinha dado uma resposta ao homem que sorria, ele respirou fundo.

    - Sim, eu aceito, mas antes precisarei de duas coisas, um bom banho e roupas novas, creio que poderei lutar contra essas ameaças se não tiver medo das minhas roupas rasgarem no processo.

    Era, de certa forma, uma barganha, não em dinheiro, mas em ajuda mútua, o cavaleiro esticava a mão direita para Randy.

    - Fechado, chefe?
    avatar
    O Mestre
    Admin

    Mensagens : 123
    Data de inscrição : 15/02/2015

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por O Mestre em Qui Mar 30, 2017 8:26 pm

    (Yui e Erick)

    A maga decidia colocar uma mensagem para o capitão no jornal que ele havia lhes dado, a garota tinha certeza que se pudesse conversar melhor com Gesetz ela conseguiria faze-lo enxergar a verdade. Logo depois disso ela pediu a Erick para leva-la até o cemitério, o garoto provavelmente sabia exatamente onde o mesmo ficava e poderia indicar o caminho menos movimentado até lá. Graças a Yui chamando o cavaleiro, ele conseguiu se recompor e esquecer um pouco de todo aquele mistério, além de começar a se sentir mais calmo com a afirmação da ruiva de que era tudo mentira.

    Claro que era mentira não é mesmo? Ele estava ali, vivo, provando que não tinha como sua morte ter sido verdadeira, não é mesmo? Porém ele não tinha mais tempo de ficar pensando, tinham de seguir logo para o cemitério antes do general voltar e, os encapuzados estavam fazendo alguma coisa, talvez o tempo deles fosse ainda mais curto do que pensavam. Erick segurou a mão de Yui com gentileza e foi guiando-os pelo caminho mais deserto que conseguia lembrar, ainda passavam alguns soldados porém os mesmos estavam tão ocupados com a situação dos encapuzados, que nem mesmo percebiam os dois passando por eles.

    A dupla então chegou finalmente ao cemitério, um local bem preservado e bem bonito, algo que dava um certo ar de felicidade mesmo que fosse de verdade um local bem triste. Os dois seguiram pelos túmulos tentando achar aquele que pertencia a Erick, pouco tempo depois eles viram que o tumulo mais ao fundo era o dele, um tumulo digno de um herói de guerra. A lapide era grande e cheia de detalhes folheados a ouro, na escritura abaixo do nome tinha varias mensagens de generais e do antigo marechal, todos agradecendo e dizendo como o rapaz era uma pessoa insubstituível.

    Yui e Erick começavam a sentir apertos em seus corações, sabiam que o garoto não estava morto mas, ver uma lapide com o nome dele era algo que ainda assim os deixava um tanto quanto preocupados e confusos. O cavaleiro então procurou por pás e as encontrou em uma cabana de ferramentas ali perto, os dois se olharam para firmar a determinação deles ainda mais, e começaram a cavar. Depois do que pareceu horas de um serviço chato e pesado, eles conseguiram ver o caixão feito de vidro bem no fundo da vala, e o que viram foi surpreendente. Nada, absolutamente nada, e isso os deixou ainda mais confusos com toda a situação.

    A dupla tinha certeza que todo o enterro e o jornal eram uma encenação para fingir a morte de Erick, porém para isso eles teriam que ter o corpo dentro do caixão, mesmo que fosse um corpo falso. Então porque o mesmo estava vazio? O que estava acontecendo? Eles ainda tinham algum tempo antes do horário combinado no jornal, talvez devessem conversar sobre a situação para tentarem se situar? Quais eram os pensamentos de Erick e Yui naquele estranho momento?

    (Andrews)

    Randy - Fechado! Vá para a estalagem chamada Durma Bem, eu sei, o nome não é nada criativo, mas é um lugar bom apesar de barato. Mencione que te mandei ir lá e eles ainda lhe darão um desconto, depois você pode ir para o centro da cidade comprar algumas roupas novas. Assim que estiver descansado e arrumado iremos partir, então que tal marcarmos para amanhã as 7 da manhã? Parece bom para você? Ótimo! Se me da licença tenho que atender outro cliente, vejo você amanha cavaleiro!

    O grandalhão apertava a mão de Andrews com força e empolgação, parecia estar feliz por finalmente conseguir um guarda-costas que parecia ser competente. O dono da taverna deu toda a explicação para o garoto e depois foi atender um novo cliente que havia chego, tudo estava combinado para o próximo dia. Sem ter mais o que fazer ali o meio ciborgue se levantava e seguia para a estalagem que Randy tinha recomendado, precisava não só se arrumar como também descansar, a viagem até ali tinha sido longa e até aquele momento ele não tinha conseguido dormir direito nenhuma vez.

    Não foi preciso andar muito para que Andrews achasse o local, ele adentrou o mesmo e ficou feliz de ver que era uma estalagem bem cuidada, pequena porém conservada, parecia realmente ser um lugar bom pra ficar. Ele seguiu até o balcão da recepção e foi atendido por uma garota simpática, com um sorriso alegre e uma voz animada:

    -Seja bem vindo senhor! Temos todo tipo de quarto, desde os mais simples até os mais luxuosos, como posso lhe ajudar?

    Esse seria o melhor momento de mencionar Randy e ganhar um desconto, para que pudesse pegar um quarto ao menos razoável para passar a noite. Além disso ele tinha que decidir se, após alugar o quarto, iria direto para o mesmo descansar? Ou iria preferir comprar suas roupas primeiro e voltar mais tarde?

    Conteúdo patrocinado

    Re: Geld - A capital de Hendel

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Ago 19, 2017 5:34 pm